quinta, 18 julho 2019 15:25

Dieta Paleo - tudo o que precisa saber e sugestões de refeições

Escrito por
Classifique este item
(2 votos)
Dieta Paleo - tudo o que precisa saber e sugestões de refeições Dieta Paleo - tudo o que precisa saber e sugestões de refeições © Yulia Furman / Shutterstock.com

A dieta paleolítica ou paleo, ou simplesmente paleodieta, foi concebida para se assemelhar ao que os nossos ancestrais caçadores-coletores comiam há milhares de anos.

Os humanos do Período Paleolítico prosperavam com uma variedade de alimentos, dependendo do que estava disponível na época e lugar em que viviam.

Ao seguir dietas baseadas em alimentos anteriores à agricultura, isto é, alimentos obtidos pela caça e coleta, e ao levar vidas fisicamente ativas, os caçadores-coletores tinham, presumivelmente, uma menor incidência de doenças muitas vezes relacionadas com o estilo de vida atual como, por exemplo, obesidade, diabetes e doenças cardíacas.

Aliás, vários estudos feitos sugerem que a dieta Paleo pode, de facto, levar a grandes melhorias na saúde, e a uma significativa perda de peso, sem a preocupação de contar calorias ingeridas.

Devido a estes fatores, não há uma única maneira de cumprir a dieta Paleo. Existem, sim, princípios gerais que deve seguir. O mais importante é: “se parece que foi feito numa fábrica, não coma”.

Pode comer:

Carne; peixe e marisco, escolhendo produtos frescos sempre que possível; ovos; vegetais; frutas; tubérculos; nozes e sementes; ervas e especiarias tais como sal marinho, alho, curcuma e alecrim; e gorduras e óleos saudáveis como azeite virgem extra, óleo de coco, óleo de abacate, entre outros.

Deve evitar:

Açúcar e alimentos ricos em açúcar como refrigerantes, gelados, doces e bolos, assim como adoçantes artificiais (aspartame e sacarina, por exemplo); grãos, incluem pão, massas, trigo, espelta, centeio e cevada; a maior parte dos lacticínios, especialmente de baixo teor de gordura; leguminosas; óleos vegetais como óleo de soja, girassol, milho, entre outros; e gorduras trans encontradas na margarina e alimentos processados.

Muitos seguidores vêem na dieta Paleo um modelo a seguir e não um conjunto de regras que têm obrigatoriamente de cumprir.

Aliás, a própria comunidade paleo evoluiu e existem, no momento, diversas versões desta dieta que permitem o consumo de alguns alimentos “modernos” que a ciência sugere serem saudáveis tais como grãos sem glúten como é o caso do arroz.´

Quem segue a dieta Paleo pode consumir, em quantidades pequenas, vinho tinto – rico em antioxidantes - e o extremamente nutricional chocolate negro, com 70% ou mais de cacau.

Em termos de bebidas e hidratação, a água é essencial, e há quem beba chá e café, ambos ricos em antioxidantes e com diversos benefícios para a saúde.

Resumidamente, o conceito básico da dieta paleo é comer alimentos integrais, vegetais, frutas e oleaginosas, evitando todos os ingredientes e alimentos processados.

Tente, por isso, comprar alimentos orgânicos e naturais. No mínimo, vá de encontro às opções alimentares menos processadas.

Dieta Paleolítica

Sugestões de refeições (pode ajustá-las de acordo com as suas preferências):

  • Pequeno-almoço

Ovos e vegetais fritos em óleo de coco e um pedaço de fruta;

Batido de abacate, maçã e banana com leite de amêndoa;

Omelete de cogumelos, cebola e tomate.

  • Almoço e Jantar

Salada de frango com azeite, abacate e sementes;

Hambúrgueres (sem pão) fritos em azeite, com legumes;

Salmão frito em azeite ou salmão assado com legumes;

Carne picada refogada ou porco frito, com legumes;

Bife com legumes e batata-doce;

Salada de atum, ovos cozidos, sementes e azeite;

Asas de frango grelhadas ou frango assado, com legumes.

  • Snacks Paleo

Para enganar a fome entre as refeições pode comer, por exemplo, mini-cenouras, ovos cozidos, uma peça de fruta, uma mão de nozes ou fatias de maçã com manteiga de amêndoa.

De destacar que uma faceta importante da dieta Paleo é a actividade física regular.

Contudo, o que distingue esta dieta de todas as outras é, primariamente, a ausência de grãos integrais, leguminosas e produtos lácteos, considerados boas fontes de fibra, vitaminas e outros nutrientes. Estes alimentos são, também, mais acessíveis financeiramente. Para algumas pessoas, a dieta Paleo acaba por ser demasiado cara.

Consulte o seu médico ou profissional de saúde antes de alterar bruscamente os seus hábitos alimentares, nomeadamente se sofrer de algum problema de saúde.

Ler 119 vezes Modificado em terça, 30 julho 2019 17:28
Sara Ribeiro

Redatora Principal

"Tomei o gosto pelas palavras bem cedo.
Encantada por todas as leituras e escritas que passaram e continuam a passar por mim, o meu percurso inevitável em Comunicação guiou-me até aqui.
Continuarei, para sempre, enamorada pelo poder da informação e pela liberdade que ela respira."