quinta, 11 junho 2020 14:04

 7 sugestões para petiscar com (algum) equilíbrio 

Escrito por
Classifique este item
(1 Vote)

A palavra petiscar remete para uma mesa ou toalha estendida repleta de iguarias deliciosas, mas nem sempre nutricionalmente equilibradas, certo?

E se os típicos salgadinhos, batatas fritas, patés e enchidos dessem lugar a outros petiscos igualmente saborosos, mas com perfil nutricional mais interessante?

Experimente as seguintes sugestões:

Húmus: é uma pasta cremosa que resulta da combinação de grão-de-bico, tahini (pasta de sésamo), azeite, sumo de limão e alguns condimentos. A partir desta base é possível preparar inúmeras versões diferentes adicionando pimento, beterraba, abacate, abóbora ou até utilizaroutra leguminosa em substituição do grão. Acompanhe este paté com palitos de cenoura, pepino, pimento e/ou pão.

Paté de atum: sabia que por cada colher de sopa de maionese que adiciona ao paté está a aumentar em 160 calorias o seu valor calórico? Experimente substituí-la por iogurte ou queijo quark (magros e sem adição de açúcares) e acompanhe com palitos de hortícolas, pão ou sirva como recheio de ovos cozidos. 

Chips de batata e/ou hortícolas: semelhantes a batatas fritas do ponto de vista sensorial, pode fazer chips do que quiser: batata, abóbora, curgete, beterraba, cenoura ou nabo. Basta partir em rodelas ou palitos finos, temperar com azeite e condimentos a gosto e levar ao forno até ficarem dourados e crocantes. 

Mini-pizzas: outra forma interessante de introduzir hortícolas numa mesa de petiscos é usá-los como base de pizza. Fatie uma curgete ou beringela em rodelas, cubra com polpa de tomate, pimento, cogumelos, azeitonas, queijo, orégãos e leve ao forno. 

Espetadas de queijo e tomate cherry: opte por queijos light (flamengo, fresco ou mini mozzarellas) e acrescente melão, meloa e/ou melancia para um toque mais fresco. 

Mini-quiches: pode rechear com carne, peixe, tofu ou simplesmente hortícolas. Em substituição das natas, opte por iogurte ou queijo quark e dispense a massa folhada usando formas antiaderentes ou forradas com papel vegetal.

Mini-hambúrgueres: esta opção é especialmente pensada para os mais pequenos. Pode fazer hambúrgueres de frango, peru, atum, bacalhau ou leguminosas conjugando com uma fonte de hidratos de carbono (batata, aveia ou quinoa) e hortícolas. 

Desengane-se se acha que precisa de abdicar de todas as iguarias que estão habitualmente presentes numa mesa de petiscos: mantenha os tremoços e as azeitonas (previamente demolhados para reduzir o teor de sal), o pão fresco, as amêijoas à Bulhão Pato e as típicas saladas de polvo, feijão-frade e grão-de-bico (com atum, bacalhau e/ou ovo com molho verde), moderando a adição de azeite e sal. Adicionalmente, ao cozinhar os pastéis de bacalhau, panados e pataniscas no forno ou numa frigideira antiaderente reduzirá a ingestão de gordura, habitualmente elevada numa refeição à base de petiscos.

Este artigo foi elaborado pela nutricionista Sofia Pinto da Clínica de Estética e Medicina Integrativa da Liga (CEMIL), Parceira de Nutrição do Fitness Hut (Grupo VivaGym)

 

 

Ler 505 vezes