terça, 18 agosto 2020 22:39

A cerveja engorda?

Escrito por
Classifique este item
(1 Vote)

O que é a cerveja?

A cerveja é uma bebida alcoólica feita a partir da fermentação de grãos de cereais como a cevada, trigo ou centeio e aromatizada com lúpulo. Algumas variedades de cerveja também são aromatizadas com frutas, ervas ou especiarias. A maioria das cervejas contêm entre 4 a 6% de álcool, no entanto este teor pode variar entre 0,5% ou 40%.

Nutricionalmente a cerveja é vista por ser um alimento com “calorias vazias”, ainda assim, contém pequenas quantidades de vitaminas e minerais incluindo o sódio, o potássio e o magnésio. No entanto, não é uma fonte de minerais interessante pois é necessário consumir grandes quantidades de cerveja para satisfazer as necessidades diárias. O seu valor nutricional pode variar de acordo com os diferentes tipos de cerveja, ainda assim, uma porção de 355ml de cerveja branca comum, com aproximadamente 4% de teor alcoólico contém cerca de: 153kcal, 14g de álcool, 2g de proteína e não tem gordura. É importante referir que quanto maior for o teor de álcool, maior será a quantidade de calorias (cada grama de álcool contém 7kcal).

A cerveja é saudável?

Embora o consumo leve a moderado de cerveja possa estar associado a alguns benefícios, tais como saúde cardiovascular e controlo dos níveis de açúcar no sangue (benefícios que também poderão ser obtidos pondo em prática uma dieta variada), o consumo excessivo de álcool, no geral, está associado a diversos efeitos negativos à saúde. Aqui incluem-se a dependência ao álcool, aumento do risco de depressão, doenças hepáticas, alguns tipos de cancro e ganho de peso.

A cerveja engorda?

De certeza que já ouviu falar sobre a “barriga de cerveja”. Mas será que a cerveja provoca o aumento da gordura da barriga ou estamos perante um mito alimentar? A gordura armazenada à volta da barriga é a gordura mais perigosa para a saúde, denominada de gordura visceral. Esta gordura é “perigosa” uma vez que pode interferir na libertação e funcionamento de diversas hormonas do nosso organismo o que, consequentemente, poderá aumentar o risco do aparecimento de doenças como síndrome metabólica, diabetes tipo 2, doenças cardíacas e alguns tipos de cancro.

Estudos indicam que o consumo moderado (menos de 500ml por dia) de cerveja pode não apresentar um aumento do risco de ganho de gordura visceral especificamente, mas beber mais do que 500ml por dia pode sim aumentar o peso corporal principalmente pelo aumento significativo de calorias ingeridas. Por outro lado, é também importante referir que os homens têm um maior risco que as mulheres devido a dois fatores: os homens tendem a consumir até 3 vezes mais bebidas alcoólicas (incluindo cerveja) que as mulheres e possuem uma distribuição corporal de gordura androide, o que significa que armazenam uma maior quantidade de gordura ao redor da barriga quando ganham peso corporal.

Assim, podemos concluir que um consumo frequente de cerveja poderá causar um aumento de peso corporal que, consequentemente aumenta o risco de aparecimento de gordura visceral. No entanto, o consumo moderado de uma cerveja (ou menos) por dia não está relacionado com o aparecimento da famosa “barriga de cerveja”. Procure ingerir bebidas alcoólicas de forma moderada e dentro das recomendações, leve um estilo de vida ativo e uma alimentação equilibrada e saudável.

Este artigo foi elaborado pela nutricionista Catarina Correia Nutricionista Clínica Tejo Saúde Bobadela, Parceira Fitness Hut - Grupo VivaGym

Ler 568 vezes Modificado em terça, 18 agosto 2020 22:47