quarta, 19 fevereiro 2020 10:30

Os motivos porque deve começar a praticar Tai Chi hoje

Escrito por
Classifique este item
(0 votos)
 Os motivos porque deve começar a praticar Tai Chi hoje Os motivos porque deve começar a praticar Tai Chi hoje

Considerando todos os seus benefícios, não é surpresa que o Tai Chi seja considerado o “exercício perfeito”.

O Tai Chi pode ter origem na China, mas tem-se enraizado na Europa como uma boa prática, tanto física como mental. Aliás, está provado que o Tai Chi trabalha de diversas maneiras e desempenha diferentes papéis no corpo humano.

Esta arte marcial chinesa combina o movimento e relaxamento e é constituída por uma série de movimentos graciosos que transitam suavemente entre eles. Os seus conceitos centrais são o yin e yang (forças opostas mas complementares), e o qi (energia vital).

Um médico da Escola de Medicina Harvard, Peter Wayne, que estudou os benefícios para a saúde da prática regular de Tai Chi, concluiu que este funciona como uma combinação de diferentes componentes que produzem uma variedade de efeitos.

Ao contrário de um medicamento que, regra geral, tem um ingrediente ativo, ele formulou que o Tai Chi tem, na sua base, oito ingredientes ativos, agora utilizados para estudar e avaliar os seus vários benefícios clínicos e explorar os mecanismos que produzem os seus efeitos.

Enquanto diferentes estilos de Tai Chi centram-se em diferentes ingredientes, estes factores estão profundamente interligados entre si.

Estes são os 8 ingredientes ativos do Tai Chi:

Consciência. Conhecido como “meditação em movimento”, o Tai Chi salienta a ligação e interação existentes entre a consciência do corpo, mente e ambiente ao redor. Aprende-se a focar nos movimentos e na transição entre eles, resultando na prevenção de hábitos menos saudáveis durante o dia-a-dia. Para além disso, há melhoria da saúde mental visto que a atenção e consciência requeridos e reforçados pelo Tai Chi melhoram a capacidade cognitiva. Aliás, o Tai Chi consegue não só retardar a demência como permite o crescimento do cérebro.

Intenção.  O Tai Chi encoraja a crença, pensamento e intenção, sendo que cada movimento é um resultado destes mesmos elementos. Existe uma ligação entre os pensamento, intenções e o corpo, havendo estudos que já demonstraram que o facto de apenas imaginar como se mexe pode melhorar esse movimento. Portanto, incentivando a sua intenção, o Tai Chi ajuda a movimentar-se melhor e a melhorar a sua postura.

Integração Estrutural. O corpo é visto não apenas como uma soma das suas partes, mas sim como um sistema interligado. Quando a energia - Qi -, se movimenta livremente no corpo, este está em forma e saudável. Pelo contrário, quando se encontra impedido de fluir, o corpo vai ficar doente ou emocional ou mentalmente afetado. O Tai Chi foca-se na integração total da estrutura corporal pois acredita que se uma parte do corpo ou mente falha , tudo o resto falha também.

Relaxamento ativo. Há no Tai Chi, ao contrário da maioria das atividades físicas, uma ênfase na moderação e relaxamento. Apesar de oferecer muitos dos mesmos benefícios que esses exercícios mais intensos, ele é mais gentil para o corpo e isto é especialmente importante em pessoas com mais idade, que são mais frágeis e recuperam mais lentamente. Ainda, ele permite que identifique como se move e quais e o porquê de certos movimentos provocarem dor.

Fortalecimento e flexibilidade. Tal como os mais exercícios aeróbicos intensos, o Tai Chi queima calorias, fortalece a saúde cardiovascular e estimula a flexibilidade. Além disso, melhora a densidade óssea e a força muscular, nomeadamente nas pernas. O Tai Chi é, por isso, extremamente eficaz na prevenção de quedas. Também relaxa e alonga os músculos e lubrifica as articulações.

Respiração natural e mais livre. A melhoraria da postura, vertical e relaxada, ajuda a expirar e inspirar sem qualquer esforço e, portanto, aumenta o volume de ar total que inspira. Por seu lado, uma postura curvada e tensa afeta a respiração, tal como quando está stressada ou em pânico. Deste modo, o Tai Chi estimula uma respiração mais profunda, lenta e relaxada que pode, por seu lado, ajudar a estimular o fluxo sanguíneo e reduzir dor.

Suporte Social. Uma das principais causas da depressão, isolamento e baixa auto-estima é a falta (ou aparente falta) de um sistema social de suporte. Neste caso, o Tai Chi é uma atividade comunitária que aproxima as pessoas. Estudos revelaram que a taxa de doenças e a recuperação entre pessoas com um forte sistema de apoio é diferente daquelas que não têm um.

Espiritualidade incorporada. O Tai Chi tem uma matriz altamente estruturada e, juntamente com o apoio social que oferece, cria uma estrutura organizada, por vezes ritualizada, para a prática, desenvolvimento e integração dos princípios do Tai Chi na vida quotidiana.

Os benefícios do Tai Chi passam, então, por:

  • Reduzir o stress;
  • Eliminar dor, nomeadamente das costas, pescoço, fibromialgia e artrite;
  • Diminuir pressão arterial e colesterol total;
  • Tratar inflamação crónica;
  • Tonificar o sistema nervoso simpático;
  • Melhorar o equilíbrio;
  • Construir força;
  • Aguçar a mente;
  • Estimular o humor, melhorando-o e diminuindo a ansiedade;
  • Aumentar a confiança.

O Tai Chi é, sem dúvida, uma prática que deve considerar e faz parte do grupo dos 5 melhores exercícios que pode fazer pela sua saúde.

Ler 598 vezes Modificado em quarta, 18 março 2020 19:16
Sara Ribeiro

Redatora Principal

"Tomei o gosto pelas palavras bem cedo.
Encantada por todas as leituras e escritas que passaram e continuam a passar por mim, o meu percurso inevitável em Comunicação guiou-me até aqui.
Continuarei, para sempre, enamorada pelo poder da informação e pela liberdade que ela respira."