sexta, 10 janeiro 2020 10:48

Alergias de inverno existem. Saiba o que as piora

Escrito por
Classifique este item
(2 votos)
O que está a piorar as suas alergias (e como as evitar) O que está a piorar as suas alergias (e como as evitar)

Conheça os culpados pelas suas alergias de inverno e saiba o que fazer para as prevenir.

Se suspeita que alguns dos seus hábitos pioram as suas alergias, pode estar na altura de fazer algumas mudanças ao seu estilo de vida e até em casa.

Ao contrário das alergias do outono e da primavera, que normalmente são respostas a alergénios externos, como o pólen ou a ambrósia, a grande parte das alergias de inverno são desencadeadas por substâncias dentro da nossa própria casa.

Estes elementos externos podem provocar uma série de sintomas, desde corrimento nasal e espirros até dor de garganta e irritação nos olhos.

Os alergénios mais comuns que podemos encontrar em ambientes fechados são ácaros, fungos e pêlos de animais. Apesar de estes alergénios estarem presentes o ano todo, as alergias podem surgir apenas no inverno uma vez que se passa mais tempo em casa com as janelas fechadas.

Por outro lado, quem sofre de alergias sazonais já deve conhecer alguns daqueles gatilhos comuns que pioram os sintomas. Pense naquele passeio no parque que resultou em comichão na garganta, espirros e olhos lacrimejantes.

No entanto, não são apenas estes os factores que interferem com as alergias. Há hábitos diários que podem, de facto, estar a exacerbar os seus sintomas.

Roupa

Peças de roupa, principalmente aquelas feitas de materiais mais ásperos, como a lã, são simplesmente más para as suas alergias. Elas prendem bem o pólen e o pó e, depois de um dia na rua, acaba por trazer consigo essas substâncias para dentro de casa e espalhá-las pelo sofá, sala, quarto, etc. Prefira roupa de algodão e outros materiais que são mais facilmente limpos.

Para evitar isto, mude de roupa quando chega a casa e lave-a em água quente.

Velas aromáticas, Perfumes e Ambientadores

Alergias inverno velas aromaticas

Velas perfumadas e ambientadores são divinais, mas podem causar sintomas de alergia. Apesar de não libertarem alergénios possuem produtos químicos na sua composição que podem ser irritantes.

Aliás, qualquer produto com algum tipo de fragância adicionada pode irritar o revestimento das pálpebras nasais. Isto inclui perfumes, velas perfumadas, ambientadores e incenso.

Saltar um banho

Tal como acontece com a roupa, estes elementos alergénios prendem-se a si, pele e cabelo.

Se acorda com sintomas de alergias, tome banho antes de se deitar para remover todo o pólen e outros elementos alergénios do seu corpo.

Alguns frutos e vegetais

Alguns produtos frescos, como maçãs, tomates, meloa e aipo, possuem uma proteína na sua superfície que o nosso organismo pode confundir com o pólen.

A isto chama-se de síndrome de alergia oral e pode levar a diversos sintomas desagradáveis como tosse e comichão na garganta e boca.

Descascar e cozinhar estes alimentos pode ajudar, mas algumas pessoas podem ter de os evitar completamente.

Stress

Um estudo demonstrou uma relação entre níveis elevados de stress e crises de alergia mais frequentes. Precisa de mais motivos para relaxar?

Produtos de limpeza

Certifique-se de ver os compostos dos produtos de limpeza para saber que cheiros, químicos e detergentes está a utilizar. Muitos destes produtos químicos presentes nestes produtos são transportados pelo ar e podem permanecer em casa.

Lentes de contacto

Alergias inverno lentes contacto

As lentes de contacto podem acidentalmente prender pólen, pó e outras substâncias aos seus olhos, o que pode levar a irritação.

É melhor pôr as lentes de contacto de lado e usar os seus óculos durante as temporadas de alergias ou se já estiver com sintomas de alergia.

Saliente-se que lentes de contacto mais rígidas não absorvem tanto os elementos irritantes devido à pouca impermeabilidade. Também pode apostar em lentes de contacto descartáveis.

Fumo, incluindo o passivo

Pode não ser fumadora, mas é melhor manter-se afastada do chamado fumo passivo que consegue amplificar os sintomas alérgicos.

De forma idêntica às velas perfumadas e aos ambientadores, o fumo é um elemento irritativo que interfere com o trato respiratório.

Se é fumadora, comece a pensar em deixar de fumar, tanto pela sua saúde, como pela saúde daqueles que a rodeiam.

Treinar

Praticar exercício, especialmente no exterior, vai piorar as alergias. Quando uma pessoa faz exercício, inala muito mais ar e, portanto, mais pólen e outros alergénios.

Há quem defenda que fazer cardio aumenta temporariamente sintomas como espirros e comichão, uma vez que aumenta a circulação sanguínea nas zonas irritadas.

Opte por exercícios mais calmos, como o yoga, ou treine em ambientes mais fechados ou à noite, quando há menos pólen no ar.

Álcool

Alergias inverno vinho tinto

O álcool provoca a dilatação dos vasos sanguíneos que pode levar a escorrimento nasal.

Contudo, o vinho tinto é particularmente problemático devido aos sulfitos, histamínicos e cadaverina presentes, produzidos naturalmente durante o processo de fermentação, e que contribuem para o agravamento das alergias.

Para além disso, o álcool aumenta a inflamação nas partes do corpo afetadas por alergias, piorando os sintomas.

Animais de estimação

Se tem um animal de estimação e acha que, infelizmente, ele interfere com as suas alergias, não o deixe dormir no seu quarto e dê-lhe um banho uma vez por semana.

Se não tem um animal, mas quer mesmo um, prefira um sem pêlo, como um peixe.

No caso de visitar alguém com animais, tome a sua medicação anti-alergénica antes e leve-a consigo. Vai dormir nessa casa? Leve a sua almofada consigo.

Dicas para evitar uma reação alérgica

Há alguns conselhos que pode seguir para evitar uma reacção alérgica. São eles:

  • Deite fora cortinas de duche, papel de parede e alcatifas que tenham mofo;
  • Lave a banheira e pias com uma solução que contenha 5% de lixívia e um pouco de detergente;
  • Use um desumidificador para controlar o nível de humidade em sua casa;
  • Lave a roupa de cama uma vez por semana em água quente;
  • Aposte num purificador de ar para se livrar dos poluentes;
  • Ponha capas anti-alérgicas nos seus colchões, almofadas e edredões.
Ler 425 vezes Modificado em quarta, 25 março 2020 18:36