quinta, 12 setembro 2019 10:29

“Treetop Walk”, o passadiço de Serralves ao nível da copa das árvores

Escrito por
Classifique este item
(1 Vote)
“Treetop Walk”, o passadiço de Serralves ao nível da copa das árvores “Treetop Walk”, o passadiço de Serralves ao nível da copa das árvores

É já esta sexta-feira a inauguração da “Treetop Walk”, um passadiço entre a copa das árvores. A entrada é gratuita no sábado, dia 14.

A “Treetop Walk” consiste num percurso elevado, ao nível das árvores, pensado e desenhado pelos arquitetos Álvaro Siza Vieira e Carlos Castanheira, com o cuidado de “não danificar o ecossistema” e contribuir para que pudesse ser “sustentável”, tendo sido utilizada em grande parte do projeto madeira reciclável.

O projeto do Parque de Serralves está inserido no âmbito do 30º aniversário da Fundação de Serralves e, para além da vista que oferece para o Parque de Serralves, permite, também, avistar o mar e tocar nas copas das árvores.

O percurso nivelado ao longo de 250 metros de extensão, e entre 1,5 e 25 metros de altura, tem o objetivo de “valorizar e preservar o património natural”, afirmou um responsável da fundação.

O intuito é que se transforme numa das grandes atrações do Parque de Serralves, permitindo que os visitantes tenham acesso a uma “parte de Serralves que não estão habituadas a ter”, “uma experiência impactante” ao nível da observação e estudo da fauna e flora de Serralves”.

Pretende ainda sensibilizar os visitantes para a importância da preservação ambiental e da proteção da biodiversidade.

O Treetop Walk Serralves vai ser inaugurado oficialmente esta sexta-feira, às 18h30, e, no sábado, a entrada é gratuita para quem quiser visitar o percurso.

Um projeto da Fundação de Serralves, foi realizado em colaboração com o Fundo Ambiental do Estado Português e conta com o apoio da Ascendi.

Ler 130 vezes Modificado em segunda, 14 outubro 2019 14:54
Sara Ribeiro

Redatora Principal

"Tomei o gosto pelas palavras bem cedo.
Encantada por todas as leituras e escritas que passaram e continuam a passar por mim, o meu percurso inevitável em Comunicação guiou-me até aqui.
Continuarei, para sempre, enamorada pelo poder da informação e pela liberdade que ela respira."