quarta, 06 novembro 2019 11:04

Unhas de imersão em pó – o que tem de saber

Escrito por
Classifique este item
(1 Vote)
Unhas de imersão em pó – o que tem de saber Unhas de imersão em pó – o que tem de saber

Esta técnica de manicure tem vantagens, mas será que se sobrepõem à sua principal desvantagem?

Já deve ter visto pelas redes sociais esta técnica de manicure. Apesar de já existir há algum tempo, a sua popularidade tem vindo a crescer.

Ela promete resultados mais duradouros e o fortalecimento das unhas que vão enfraquecendo ao longo do tempo devido aos produtos utilizados para arranjar as unhas.

Mas será que as unhas de imersão em pó são melhores que outros tipos de manicure, como as unhas de gel, por exemplo?

A maior parte das manicures de unhas de imersão em pó fazem uso de uma combinação de cola líquida (o selador), e pó, que endurece quando exposto ao ar. Isto deixa uma cor duradoura nas unhas.

A cola líquida baseia-se nos cianoacrilatos que que reagem com a humidade quando expostos ao ar e às unhas, provocando o seu endurecimento. Estes compostos são utilizados para suturar feridas no corpo e são também utilizados para colar as pestanas falsas.

Antes de decidir experimentar, fique a saber tudo sobre esta técnica: como se faz, vantagens e desvantagens.

Aplicação

Esta técnica de manicure começa com a limpeza das unhas e a aplicação de um primer.

Depois é colocado o verniz de aderência, o selador, que é uma espécie de cola ao qual o pó irá aderir.

Em seguida, a unha é mergulhada num pequeno frasco com pó de imersão colorido da sua escolha.

O pó em excesso é retirado e é aplicado, novamente, o verniz de aderência. A unha é mergulhada outra vez no pó até ficar completamente coberta e dura.

Em seguida, a aplicação é selada com uma outra camada de verniz brilhante próprio.

Manicure Imersao Po

Unhas de imersão em pó – vantagens e desvantagens

As unhas de imersão em pó apresentam diversas vantagens, contudo, têm uma grande desvantagem que não pode ser ignorada e, portanto, deve ser contornada para evitar qualquer problema.

Sobre a saúde das unhas, esta manicure não danifica mais nem menos que os outros tipos de manicure, como o gel ou acrílico. Aqui, o importante é como cuida das suas unhas e da manutenção que lhes dá.

Estas unhas são ótimas para quem tem uma vida ocupada e quer poupar tempo com uma manicure mais duradoura, mas lembre-se que precisam ser removidas a cada mês. Não é de todo saudável deixar esse tipo de produtos nas unhas  durante mais tempo.

Vantagens

Mais suave

Este tipo de manicure é menos agressiva para a pele que as unhas de gel. O pó de imersão usa um selador especial em vez de uma lâmpada UV para definir e selar o pigmento, portanto, deixa de haver uma exposição concentrada de raios UV nas suas mãos.

Fácil de aplicar

Estas unhas são mais fáceis de aplicar já que geralmente exigem menos habilidade e precisão. O pó adere apenas ao selador, não às cutículas nem ao dedo.

Resistente e duradoura

Em termos de textura e resistência, esta manicure situa-se algures entre o gel e os acrílicos. Estas unhas são mais fortes que o gel e mais flexíveis que os acrílicos.

As unhas de imersão em pó duram até um mês, especialmente se cuidar bem das suas unhas e das cutículas, mantendo-as hidratadas.

Os resultados duram entre duas a quatro semanas, podendo durar mais.

Sem odores

As unhas de imersão em pó não utilizam produtos químicos agressivos e, portanto, não provocam aqueles cheiros fortes frequentemente associados às manicures de gel ou acrílico.

Unhas Imersao em Po

Desvantagens

Como nem tudo são arco-íris e flores,  as unhas de imersão em pó trazem consigo algumas desvantagens.

Falta de Higiene

Destacamos a grande desvantagem que deve levar seriamente em conta. É a razão pela qual este tipo de manicure não está disponível em todos os salões de beleza.

Como já foi referido anteriormente, as unhas de imersão em pó são feitas com a aplicação de um selador, um verniz próprio, e com a aplicação do pó neste selador. Para colocar o pó, o dedo é mergulhado num pequeno frasco. E aqui está o grande problema.

Por questões higiénicas, é melhor pensar duas vezes antes de pôr os seus dedos e unhas dentro de um frasco por onde já passaram sabe-se lá quantos dedos e unhas.

Mesmo assumindo que todas essas pessoas que já passaram os seus dedos no frasco são saudáveis e têm os seus dedos, unhas e pele bem cuidadas e sem nenhum tipo de problema, é, sem dúvida, um sério risco para a propagação de bactérias e outros germes, podendo provocar sérias infeções.

Para não correr riscos, tem duas opções: utilize os seus próprios produtos ou peça à profissional que aplique o pó diretamente nas unhas (alguns salões já o fazem exatamente para evitar riscos de saneamento).

Mas atenção, mesmo quando o pó é aplicado diretamente na unha, se o profissional deixa cair o pó em excesso de novo para o frasco, dê meia volta e vá embora. O pó tem contacto com a unha e o dedo na mesma, portanto, os riscos mantêm-se.

Remoção

Estas unhas precisam ser removidas no salão. Apesar de conseguir retirá-las em casa, é recomendado que deixe uma profissional o fazer devido à forma como o pó está ligado à unha. Esta ligação forte deve-se ao ingrediente cianoacrilato que precisa absorver a acetona durante mais tempo que os outros tipos de manicure para ser removido.

Efeitos nas unhas

Apesar de recomendadas para quem tem unhas fracas, por ter uma maior duração e prometerem mais força e vitalidade, há quem defenda que as unhas ficaram mais frágeis depois da remoção das unhas de imersão em pó.

Como com qualquer tipo de manicure, fale com um profissional sério para poder ser aconselhada da melhor maneira.

Aprenda os 3 passos para umas cutículas bonitas e saudáveis.

Ler 244 vezes Modificado em quarta, 06 novembro 2019 11:28
Sara Ribeiro

Redatora Principal

"Tomei o gosto pelas palavras bem cedo.
Encantada por todas as leituras e escritas que passaram e continuam a passar por mim, o meu percurso inevitável em Comunicação guiou-me até aqui.
Continuarei, para sempre, enamorada pelo poder da informação e pela liberdade que ela respira."