domingo, 06 setembro 2020 14:39

Yoga para iniciantes - O guia que lhe explica tudo

Escrito por
Classifique este item
(1 Vote)

Há cada vez mais uma procura de bem-estar, equilíbrio, saúde, paz interior e felicidade.

Para alcançar tudo isso, o Yoga é uma das técnicas mais completas nos dias de hoje, devido aos seus imensos benefícios, sejam eles a nível físico, mental ou emocional.

Benefícios do yoga

Os benefícios do Yoga são muitos, mas aqui podes encontrar aquele pelos quais o Yoga é mais procurado.

  • Diminui o stress
  • Reduz insónias aumentando a qualidade do sono
  • Contribui para o foco, concentração e produtividade
  • Aumenta a energia e vitalidade
  • Reduz a fadiga física e mental
  • Contribui para a perda de peso

Mitos sobre o yoga

É preciso ser flexível para praticar Yoga.

O Yoga é uma prática milenar que significa União, a união com a nossa própria essência e com tudo e todos que nos rodeiam. Essa União tem como uma das consequências a paz interior e felicidade da alma, e como todos nós queremos ser felizes, é por isso que o Yoga é para todos, sem exceção.Não importa ser homem ou mulher, ser alto ou baixo, pesar mais ou menos Kg, ter 20 ou 70 anos, ser mais ou menos flexível, ter algum condicionamento físico ou não.

O Yoga é parado

No Yoga existem várias linhas diferentes, alternativas de posturas e várias técnicas que podem ser adaptadas aos diferentes tipos de pessoas. Alguns exemplos são Yoga Flow, Vinyasa Yoga, Power Yoga, Yin Yoga, Yoga restaurativo, Ashtanga Yoga, etc…Existem linhas com permanência de 5 a 10 minutos numa postura, linhas mais fluídicas com sequencias, linhas onde se trabalham mais os músculos e muitas outras. Portanto o ideal é experimentar várias diferentes, perceber com a qual nos sentimos melhor física e mentalmente e escolher praticar essa regularmente, por ser aquela com a qual mais nos identificamos.

O Yoga é uma religião

Existem escrituras muito antigas, que para quem não aprofunda o seu conhecimento sobre esta prática com mais de 5000 anos, pode induzir em erro. Na verdade, e muito resumidamente, essas escrituras ensinam que o Yoga é um estilo/filosofia de vida, onde se trabalha o corpo a mente e as emoções para alcançar uma vida mais feliz e equilibrada.

Acessórios para a prática

Não considero que haja algum acessório obrigatório e indispensável para a prática de Yoga, no entanto considero sim, que há acessórios que facilitam e auxiliam muito nesta prática. De seguida tens os mais conhecidos:

Tapete de Yoga

Numa aula de Yoga completa, o contacto direto com o chão é inevitável, por isso o tapete pode tornar a prática mais confortável.

Blocos

Ajudam na evolução e aperfeiçoamento das posturas ou dão mais conforto em algumas posturas de maior permanência.

Cinto

Serve principalmente para alcançar alguma parte do corpo onde não chegamos.

Manta

Tem diversas funcionalidades, desde proteger os joelhos ou cabeça quando apoiados no chão, sentarmo-nos em cima dela dobrada para elevar a coluna e trazer mais conforto ou taparmo-nos para não arrefecermos no relaxamento final.

Dicas para iniciantes

Ao iniciarmos uma prática de Yoga existem diversas coisas que se devem ter em conta, seja por questões de conforto, de saúde, de facilitar a prática e ainda por questões de segurança. De seguida podes encontrar as principais.

Procurar um professor e uma linha de Yoga com a qual nos identificamos

Sentirmo-nos bem com a pessoa que nos orienta é importante, pois se houver algum desconforto ou dor durante a prática, ou algum problema de saúde, é necessário sentirmo-nos confortáveis em partilhar isso com o professor. Para além disso, as linhas de Hatha Yoga que existem são muitas, e não temos de nos identificar com todas, pois há algumas mais fisicamente exigentes, e se não gostarmos desse tipo de linhas é meio caminho andado para desistir.

Usar roupa confortável

Nas aulas de Yoga há muito movimento e por isso é importante usarmos uma roupa que facilite a movimentação do corpo. Para além disso, no tempo mais frio, de forma a evitar distrações, é sugerido uma camisola e meias para o relaxamento final, onde o corpo arrefece porque permanecemos parados algum tempo.

Evitar usar acessórios pessoais

Ao usar pulseiras, brincos, fios, etc, podemos causar algum acidente, pois podem prender-se em algum lado. Desta forma, para uma prática segura, é importante estarmos livres.

Mencionar problemas de saúde e lesões

Mesmo coisas que parecem mínimas, como asma ou hipertensão, é preciso mencionar na primeira aula que vamos experimentar. Apenas desta forma o professor pode dar alternativas de posturas e outros exercícios, garantindo que com a continuidade da prática esses problemas não se agravem.

Não comparar com os outros

Nas aulas de grupo é normal surgir algum tipo de comparação, em especial de alunos que estão a iniciar para com alunos que já praticam há alguns anos. O Yoga pretende o oposto disto, pois somos todos diferentes e o mais importante é aceitarmos os nossos próprios limites, com a consciência que estamos a dar o nosso melhor a cada momento. Se houver alguma comparação, que seja de nós para nós mesmos, de aula para aula. Caso não dê para evitar esta comparação, a solução pode ser aulas particulares. Neste caso, para além de não existirem outras pessoas com quem comprar, como as aulas são específicas para os objetivos cada aluno, há também uma evolução mais rápida.

Escutar o corpo

É importante percebermos se uma postura é fácil ou difícil e se conseguimos dar um pouco mais de nós, testando os limites do corpo. Em caso de dor, temos de perceber se é uma dor muscular, nas articulações ou óssea, sendo que na primeira podemos aliviar e nas duas últimas desfazer a postura.

Respirar com fluidez e continuamente

Ao começar a praticar Yoga, na permanência das posturas, há a tendência para suster a respiração, causando tensão corporal, em especial nas costas, ombros e pescoço. Para evitar essa tensão podemos respirar profundamente e aproveita as expirações para conscientemente relaxar melhor o corpo.
Se procuras começar a praticar Yoga, acabaste de descobrir por onde começar e o que fazer. E se ainda não encontraste nenhum grupo para começar uma prática regular, neste site tens diferentes possibilidades e podes optar pela que for melhor para ti.

Ler 199 vezes