terça, 06 agosto 2019 17:06

Razões para não conseguir queimar gordura e emagrecer

Escrito por
Classifique este item
(2 votos)
Razões para não conseguir queimar gordura e emagrecer Razões para não conseguir queimar gordura e emagrecer

Pratica exercício físico mas não emagrece? Saiba que pode estar a cometer erros que impedem o corpo de queimar gordura e, portanto, emagrecer.

A maior parte das pessoas que pratica exercício tem como meta queimar gordura, emagrecer, e, portanto, alcançar um corpo fit e magro.

Infelizmente, corre muita informação, alguma errada, que acaba por enganar quem pratica exercício físico e treina, mesmo de forma regular.

Conheça as razões pelas quais pode não estar a queimar gordura da melhor maneira e saiba o que pode fazer para contornar a situação.

Alimentação inadequada

Deixar de comer não é solução. Aliás, não comer o suficiente pode, de facto, impedir que consiga queimar gordura.

Pode parecer estranho, talvez até contra-intuitivo, mas não se alimentar correctamente pode causar a retenção de gordura. Isto acontece especialmente se for uma pessoa muito ativa e queima muitas calorias.

O corpo, nestas situações, vai fazer tudo ao seu alcance para sobreviver e, portanto, se não está a consumir as calorias adequadas, ele começará a reter gordura para proteger os seus órgãos. Este mecanismo de proteção também eleva os níveis de cortisol, a hormona do stress, que também pode contribuir para uma menor perda de gordura.

O que fazer: consuma uma quantidade suficiente e adequada de calorias, nomeadamente proteína, sem esquecer as gorduras saudáveis e carboidratos.

Consumo de proteína insuficiente

Um consumo adequado de proteína é essencial. Além de melhorar a composição corporal e contribuir para o metabolismo, a proteína também ajuda a manter os níveis de saciedade o que leva, por seu lado, a uma menor probabilidade de andar sempre a petiscar durante o dia.

Isto também é verdade para quem toma o pequeno-almoço. Estudos demonstram que tomar o pequeno-almoço ajuda a reduzir os impulsos alimentares durante o dia e é uma parte fundamental da dieta de quem quer perder peso.

O que fazer: consumir proteína em quantidade suficiente e não saltar o pequeno-almoço.

Sofre de stress

Se calhar é daquelas pessoas que se alimenta bem e pratica os exercícios certos, mas não consegue emagrecer nem queimar gordura. Nestes casos, o factor psicológico pode desempenhar um papel importante.

O stress, que pode ser resultado de ansiedade, falta de sono ou overtraining pode estar a causar uma sobreprodução de certas hormonas, como, por exemplo, o cortisol, a hormona do stress.

Embora seja uma hormona importante que desempenha papéis fundamentais e traz benefícios para o organismo, o excesso pode ser um problema, especialmente se está a tentar queimar gordura.

Pode elevar a pressão arterial, levar a um aumento da gordura abdominal, reduzir as capacidades do corpo de queimar gordura, aumentar a resistência à insulina, aumentar o risco de doenças cardiovasculares, entre outros problemas.

O que fazer: tente dormir bem e o tempo adequado. A perda de sono associada ao stress, de acordo com estudos realizados, pode levar a um aumento no consumo de alimentos que nos confortam, chegando a provocar a obesidade.

O treino não é o adequado para queimar gordura

Já tocámos neste assunto em vários outros artigos aqui publicados. O levantamento de pesos é fundamental para queimar gordura. Se o único que faz é cardio, seja nas máquinas, seja a correr, ou um treino de cardio intensivo, está na altura de reconsiderar a sua estratégia para queimar gordura e emagrecer.

O levantamento de pesos e os treinos intervalados de alta intensidade, HIIT, são duas formas incontornáveis de acelerar o metabolismo, melhorar a eficiência do corpo no que toca a queimar gordura em vez de músculos, e equilibrar a composição corporal (a proporção de gordura corporal para músculo magro).

O que fazer: adicione levantamento de pesos e treinos HIIT aos seus treinos.

O seu treino e alimentação são muito restritos

Tal como referi anteriormente, uma alimentação errada pode jogar contra si e deitar por terra o seu esforço.

Isto também é válido para o treino.

A preocupação extrema com a dieta e com o treino elevam os níveis de cortisol e torna muito mais difícil a chegada à meta final.

Não é saudável, nem sustentável, cortar muitas calorias e criar uma obsessão com os alimentos e as suas proporções, assim como exercitar intensamente todos os dias sem permitir que o corpo e os músculos descansem e recuperem.

O que fazer: pare, relaxe, defina objetivos realistas e evolua pouco a pouco, não tente tudo de uma vez, é impossível e vai acabar por desistir. A construção de um corpo fit demora e não acontece do dia para a noite para o dia.

Atenção às bebidas alcoólicas

Tudo tem a ver com um certo equilíbrio. Um consumo excessivo de álcool prejudica, e muito, os esforços feitos para queimar gordura e emagrecer.

Para além de certas bebidas alcoólicas conterem mais calorias do que provavelmente imagina, quando se está a beber, a tendência é para ir petiscando, principalmente comidas não saudáveis e em quantidades excessivas.

Estudos feitos mostraram que o álcool não só pode aumentar o apetite, como também leva a excessos durante as refeições.

O que fazer: beber com moderação.

Surpreendeu-se com estas razões que podem estar a ir contra os seus esforços para queimar gordura e emagrecer?

Lembre-se que o processo de emagrecer e queimar gordura não é rápido. É preciso paciência e, acima de tudo, um equilíbrio, tanto alimentar como físico.

Ler 92 vezes Modificado em terça, 06 agosto 2019 17:38
Sara Ribeiro

Redatora Principal

"Tomei o gosto pelas palavras bem cedo.
Encantada por todas as leituras e escritas que passaram e continuam a passar por mim, o meu percurso inevitável em Comunicação guiou-me até aqui.
Continuarei, para sempre, enamorada pelo poder da informação e pela liberdade que ela respira."