quarta, 10 julho 2019 15:08

O que o seu cabelo diz sobre a sua saúde

Escrito por
Classifique este item
(2 votos)
O que o seu cabelo diz sobre a sua saúde O que o seu cabelo diz sobre a sua saúde

Hoje em dia não há falta de produtos que resolvam, ou prometem resolver, qualquer problema que o seu cabelo tenha. Seja falta de volume ou volume a mais, raízes e pontas oleosas ou secas, entre muitas outras aflições que marcam a estética e saúde capilar, há produtos para todos os problemas.

Geralmente, pensa-se que os problemas advêm do uso excessivo de produtos e equipamentos para o cabelo como, por exemplo, alisadores, secadores, tinta ou exposição ao sol. Porém, na realidade, há muitos outros factores, mais indiretos, não tão conhecidos, que influenciam a saúde do seu cabelo e, consequentemente, a sua saúde.

Alguns sintomas como caspa e oleosidade persistentes podem, de facto, ser consequências de outros problemas relacionados à sua saúde e dieta alimentar. Se estiver com atenção, a saúde do seu cabelo oferece-lhe um outro olhar sobre a sua saúde e os seus hábitos. Pequenas deficiências imunológicas, nutricionais ou hormonais no nosso organismo podem afetar a qualidade e saúde dos fios de cabelo. Neste caso, pode-se dizer que o exterior diz muito sobre o interior.

Se o seu cabelo tem vindo a aumentar em termos de oleosidade, saiba que a causa pode ser queimaduras solares, stress ou até o consumo exagerado de lacticínios.

O stress aumenta o nível de cortisona produzido pelo corpo o que, por sua vez, aumenta a produção de óleo pelo couro cabeludo. Descubra quais os melhores alimentos anti-stress.

A maior parte das pessoas não sabe que os cabelos também podem sofrer queimaduras solares, assim como o couro cabeludo. Se o seu couro cabeludo apanhou muito sol, a probabilidade é que vá produzir mais sebo devido à perda de humidade.

Já uma dieta rica em lacticínios também acelera a produção de sebo, produzido naturalmente pelas glândulas sebáceas no couro cabeludo, causando um desequilíbrio.

Cabelos sem brilho e sem vida, opacos, podem indicar falta de selénio, fósforo e enxofre. Por outro lado, um cabelo seco e quebradiço, aponta para um défice de vitamina D e um consumo baixo de proteína. A falta de zinco também provoca cabelos sem brilho, secos e quebradiços.

Cabelo e Saúde

O que o seu cabelo diz sobre a sua saúde

Baixos níveis de vitamina D podem levar a um cabelo frágil e quebradiço, seco, podendo resultar em queda de cabelo. Um estudo realizado no ano de 2012, no Japão, revelou que a vitamina D pode ajudar a criar novos folículos para o crescimento de cabelo, assim como a reanimar folículos que ficaram dormentes. O sol estimula a produção de vitamina D, contudo, atenção com as queimaduras solares. Inclua abacate, ovos, salmão e oleoginosas na sua dieta para manter estáveis os níveis de vitamina D.

A queratina é a principal proteína presente no cabelo, sendo a chave para manter um cabelo saudável e forte. Encontra muitos produtos que oferecem e tentam imitar a produção de queratina, mas nada melhor que a proteína real, sintetizada pelo corpo. Cabelo que quebra facilmente, ou demora a crescer, pode transparecer um baixo consumo de proteína. Adicione mais leguminosas, peixe, ovos, oleoginosas e sementes à sua dieta alimentar.

Cabelos brancos prematuros podem ser consequência de algum problema na tiróide ou défice de vitamina B12.

A tiróide, responsável pela produção de hormonas, pode ter um impacto no cabelo. Pesquisas demonstram que uma tiróide, muito ativa ou pouco ativa, pode alterar os folículos capilares (onde o pigmento é produzido), o que pode resultar em cabelos brancos mais cedo do que o previsto.

A vitamina B12 também pode estar envolvida não só nas brancas, mas também na perda de cabelo. Esta vitamina é responsável pelo metabolismo de ácidos graxos e aminoácidos, essenciais para a saúde do seu cabelo. Quando em falta, pode resultar em cabelos brancos e queda de cabelo. Encontre esta vitamina em ovos, carne e produtos lácteos.

A queda de cabelo e os cabelos grisalhos pode também estar associados a doenças coronárias, segundo apurou um novo estudo conduzido pela Sociedade Europeia de Cardiologia. Os indivíduos que começam a ficar carecas precocemente possuem níveis mais elevados de testosterona. A presença excessiva desta hormona pode ser prejudicial já que pode ser responsável pelo aumento significativo da pressão arterial, provocar retenção de líquidos e causar ainda o espessamento das paredes das artérias o que pode levar a problemas cardíacos,

No entanto, um dos problemas mais comuns que afetam o cabelo e a sua aparência é a caspa. Esta divide-se em caspa oleosa ou seca.

Pode ser resultado de uma dieta específica, que elimina gorduras e hidratos de carbono; stress; problemas intestinais; ou questões relacionadas com o sistema imunológico. A caspa oleosa pode ser um sintoma de dermatite seborreica.

Comichão no couro cabeludo, acompanhada com irritação na pele e o surgimento de grãos, pode ser sintoma de algum problema de pele como, por exemplo, eczema ou psoríase. Pode, ainda, ser consequência de um longo período de stress.

Outro problema muito comum é a queda de cabelo. Desequilíbrios hormonais ou nutricionais, bem como stress e doença, podem provocar a queda exagerada e contínua de cabelo. A perda de 100 fios de cabelo por dia é o normal, segundo os especialistas. Contudo, nas mulheres, a menopausa e gravidez aumentam esse número.

Cabelo e SaúdeO que o seu cabelo diz sobre a sua saúde                                        © ia_64/Depositphotos

Ler 65 vezes Modificado em quarta, 10 julho 2019 17:28
Sara Ribeiro

Redatora Principal

"Tomei o gosto pelas palavras bem cedo.
Encantada por todas as leituras e escritas que passaram e continuam a passar por mim, o meu percurso inevitável em Comunicação guiou-me até aqui.
Continuarei, para sempre, enamorada pelo poder da informação e pela liberdade que ela respira."