quinta, 04 abril 2019 16:28

Árvore portuguesa ficou em terceiro lugar no concurso 'Árvore Europeia do Ano' - conheça o top 5

Escrito por
Classifique este item
(1 Vote)
Azinheira secular portuguesa Azinheira secular portuguesa © Nuno Sequeira

Foram várias as árvores, de diferentes nacionalidades, que competiram no concurso onde o prémio foi revelado numa cerimónia que decorreu no Parlamento Europeu, em Bruxelas.

A Hungria ganhou, com um total de 45,132 votos, pela quarta vez em 9 anos da competição, o primeiro lugar entre as árvores com as histórias mais interessantes, este ano com a amendoeira de Pécs, um símbolo de renovação eterna. Em segundo lugar, com 39,538 votos, ficou o carvalho na Federação Russa, de Abramtsevo, seguida da azinheira secular portuguesa do Monte Barbeiro que recebeu 32,630 votos.

A azinheira secular, com 150 anos, está situada em Mértola, no Alentejo, onde, segundo o texto de apresentação do concurso, "debaixo da sua copa faz com o que o calor abrasador do Alentejo nos pareça suportável e nos permita contemplar a vastidão da planície envolvente respirando a sua tranquilidade", salientado a grandiosidade da sua sombra.

A árvore, da espécie Quercus Rotundifolia Lam, protegida do ecossistema português, "está associada à atividade económica, a um sistema agroflorestal também associado à atividade agrícola, nomeadamente às pastagens, contribui para a biodiversidade, mitiga as alterações climáticas (...)", explica Ana Paiva Brandão, Secretária-geral da União da Floresta Mediterrânica (UNAC), promotores do concurso em Portugal.

O concurso, apoiado pelo Comissário Europeu Karmenu Vella, recebeu mais de 311,000 votos o que, segundo Josef Jary, da Environmental Partnership Association, "demonstra que os europeus estão muito preocupados com a diversidade e proteção do seu património natural".

1º lugar - Amendoeira, Hungria
© Svastits Krisztin
2º lugar - Carvalho, Federação Russa
© Elena Sharykina
3º lugar - Azinheira, Portugal
© Nuno Sequeira
4º lugar - Sobreiro, França
© Pierre Huchette
5º lugar - Tília, República Checa
© Marek Olbrzymek
Ler 138 vezes Modificado em sexta, 05 abril 2019 10:48
Sara Ribeiro

Redatora Principal

"Tomei o gosto pelas palavras bem cedo.
Encantada por todas as leituras e escritas que passaram e continuam a passar por mim, o meu percurso inevitável em Comunicação guiou-me até aqui.
Continuarei, para sempre, enamorada pelo poder da informação e pela liberdade que ela respira."