quarta, 10 abril 2019 13:11

"Um marco histórico": astrónomos capturam a primeira imagem de um buraco negro

Escrito por
Classifique este item
(2 votos)
"Um marco histórico": astrónomos capturam a primeira imagem de um buraco negro Event Horizon Telescope/ National Science Foundation

Cientistas conseguiram obter a primeira imagem de um buraco negro tornando possível ver, pela primeira vez, o que até agora era impossível.

Os buracos negros são formados por matéria extremamente densa, de uma massa incrível e volume mínimo, capazes de deformar o tecido do espaço-tempo. Qualquer matéria que passe perto de um buraco negro, desde estrelas a fotões de luz, é capturada. Tendo em conta que nenhuma luz escapa tem sido impossível vê-los a olho nú. Até hoje.

O 'Event Horizon Telescope' (EHT), resultante de uma colaboração que envolveu oito telescópios e uma equipa de cientistas de diferentes países, foi concebido para capturar imagens de um buraco negro, recorrendo à tecnologia para combinar vários equipamentos e criar um telescópio virtual tão grande como o próprio planeta Terra.

Os pesquisadores e cientistas envolvidos confirmaram o sucesso do projeto e revelaram a primeira prova visual de um buraco negro supermassivo, localizado no centro da nossa galáxia, ligeiramente maior que o nosso sistema solar, e da sua sombra.

A imagem mostra o buraco negro, no centro de Messier 87, uma galáxia maciça do Aglomerado de Virgem. Encontra-se a 55 milhões de anos-luz da Terra, com uma massa de 6.5 mil milhões de vezes superior à massa do Sol.

Event Horizon Telescope/ National Science Foundation

Ler 54 vezes Modificado em quarta, 10 abril 2019 14:09
Sara Ribeiro

Redatora Principal

"Tomei o gosto pelas palavras bem cedo.
Encantada por todas as leituras e escritas que passaram e continuam a passar por mim, o meu percurso inevitável em Comunicação guiou-me até aqui.
Continuarei, para sempre, enamorada pelo poder da informação e pela liberdade que ela respira."