sábado, 03 novembro 2018 14:29

Chucrute Caseiro

Escrito por
Classifique este item
(2 votos)

Ingredientes:

  • 1 couve coração biológica (não lavar, rejeitar apenas as folhas externas que estiveram em contacto com a terra)
  • 1 colher de chá de sal marinho integral

Preparação:

  • Numa tábua de cortar vegetais, cortar a couve coração em tiras muito finas.
  • Numa taça grande juntar as tiras de couve com uma colher de sal e massajar, envolvendo a mistura.
  • Repetir o processo mais duas vezes até obter “sumo” no fundo da taça.
  • Num frasco devidamente esterilizado, colocar várias camadas de couve até ao colo do frasco.
  • Vedar com uma folha maior, tapar com a tampa do frasco e colocar o frasco 48 a 72 horas ao abrigo da luz, num armário. Devemos ter a preocupação de abrir a tampa diariamente para rejeitar o excesso de gás formado e deixar entrar um pouco de oxigénio. Também podemos optar por colocar um pano e elástico a cobrir o frasco.
  • Servir de imediato ou então guardar no frigorífico.
Ler 956 vezes Modificado em terça, 12 novembro 2019 11:05
Ricardo Novais

Ricardo Novais é naturopata. Licenciado em Ciências Farmacêuticas, com pós-especialização em Análises Clínicas e detentor de pós-graduações em Terapias Naturais e Complementares e Acupuntura Integrativa, Ricardo dá aulas de farmacologia e nutrição integrativa em várias escolas de saúde do país.

O seu percurso pela saúde preventiva começou há vários anos, com a convicção de que a base da nossa saúde está numa alimentação natural, ou seja, o menos processada possível, aliada ao exercício físico e à eliminação/redução do stress diário. Tentando voltar à Mãe Natureza, conseguiu integrar os seus conhecimentos científicos com o poder curativo da Terra, proporcionando alternativas a nível alimentar, nutricional, e terapêutico.

Rúbrica “Cozinhar com amor, naturalmente…”

Mercê de um estilo de vida moderno, o ser humano passou a estar mais sujeito aos tóxicos externos, provenientes da poluição do ecossistema, da alimentação industrial, processada, e do uso exacerbado de medicamentos e aos tóxicos internos, produzidos pelo organismo quando se encontra em permanente stresse.
Devemos saber reconhecer os sinais que o corpo evidencia quando começa a ficar sem capacidade de eliminar os excessos. Devemos estar alertas para os perigos que podem sobrevir dessa intoxicação.
É fundamental conhecermos as ferramentas adequadas para favorecer a eliminação dos resíduos acumulados a nível celular e tecidular.
Da paleodieta ao crudivorismo, vamos mostrar comida simples e fácil de confecionar. Com um enfoque na conjugação de nutrientes e sabores e na transformação acertada dos alimentos, vamos proporcionar a melhoria da digestão, otimizar a assimilação dos macro e micronutrientes, potenciando assim a performance do corpo humano e a eliminação das toxinas.
Tudo sem abrir mão duma gastronomia rica e saborosa.