sexta, 10 abril 2020 15:13

Qual o problema de tocar com as mãos no rosto?

Escrito por
Classifique este item
(0 votos)

Em média as pessoas tocam no rosto 24 vezes por hora, por isso quando as autoridades de saúde pedem para que não o façam parece algo impossível de ser cumprido.

Durante o dia tocamos em muitas superfícies, desde maçanetas de portas, botões de elevador, nas barras do metro e autocarro, nas pegas dos carrinhos de supermercado e de um momento para o outro, as mãos contaminadas, tocam no nariz, olhos ou boca correndo um enorme risco de contrair o coronavírus.

Dicas para evitar tocar no rosto

  • Mantenha as mãos ocupadas

Manter as mãos ocupadas é uma excelente estratégia.

Se estiver no computador pode usar uma bola anti-stress a qual deve desinfectar regularmente ou então ligar o site “Don´t Touch Your Face” à sua câmara e este irá avisá-la sempre que tocar no rosto.

Se estiver a caminhar na rua, coloque as mãos no bolso.

  • Leve consigo um pacote de lenços

Antes de coçar o nariz, ou arranjar os óculos, use um lenço de papel para o fazer, descartando-o de seguida.

  • Use luvas

Nenhum par de luvas irá manter os vírus longe do seu rosto se não tiver o cuidado de não as encostar à cara.

O importante das luvas é que nos mantém conscientes que as usamos para evitar tocar no rosto.

Convém descartar as luvas após a sua utilização, ou desinfetá-las devidamente.

  • Lave as mãos

A lavagem das mãos e o distanciamento social ainda são a melhor maneira de impedir que o vírus se espalhe.

Caso esteja fora de casa e não consiga lavar as mãos, leve um desinfectante consigo e desinfete-as.

  • Descarregue esta aplicação

Se possui um Fitbit Ionic, saiba que Kim Binsted, Ph.D., professora da Universidade do Havaí, tem uma aplicação para si. Kim criou a aplicação Jalapeno depois que o Covid-19 começou a ameaçar os EUA, por forma a evitar que toquem com as mãos no rosto. Todas as vezes que levantar o braço em direção ao rosto, a aplicação faz o seu Fitbit vibrar.

O importante é ter consciência dos seus próprios tiques, ou seja, fique atenta e perceba em que situações leva as mãos ao rosto e porque o faz. Ao ganhar esta consciência reduz as vezes que o faz.

Ler 2401 vezes