quinta, 30 dezembro 2021 15:47

O dia é da cor que tu o pintas

Escrito por
Classifique este item
(3 votos)

Hoje o dia amanheceu cinzento, mais um dia de vida, a cor cinzenta foi a cor selecionada na palete de cores pelo criador.

Confesso que me incomoda imenso quando oiço alguém afirmar que " o dia hoje está feio" , como têm coragem de avaliar um dia pela cor, pelo simples facto de haver chuva ou nevoeiro, quando todos sabemos que faz parte da vida e é algo fundamental para nos manter num mundo mais equilibrado. Já pararam para pensar como seria um mundo sem chuva? Apenas dias de sol, sim são dias lindos e coloridos, mas acabaríamos por ficar sem rios, lagos, riachos, cascatas, que tanto gostamos de saborear num dia de calor,sem falar da água que tanta falta nos faz para regar as plantas, os cultivos, a nossa água para matar a sede.

Somos por vezes tão insatisfeitos e ingratos, nas pequenas coisas nos apercebemos da insatisfação do próximo, como poderia o mundo estar bem quando a insatisfação é algo que se abate diariamente na maioria das pessoas.

Por vezes temos de ser forçados a parar a correria das nossas vidas para mudarmos perspetivas, sentimentos, vontades, para conseguirmos apreciar detalhes que nos são dados gratuitamente logo não são devidamente valorizados.

Em 2006 tive uma experiencia complicada mas enriquecedora que hoje me faz olhar para cada batalha como aprendizagem e não apenas uma contrariedade da vida. Estive acamada  e hospitalizada 4 meses onde dependia de tudo e todos, onde não me podia nem sentar para fazer uma refeição. Confesso que chorei, sofri, questionei-me o que fiz de mal para merecer isso, mas as respostas vieram com o passar dos dias, quando olhava pela janela daquele 5º andar e sonhava em correr à chuva, sentir a chuva na minha cara, sentir os meus pés no chão, queria tanto mas tanto correr e sentir o vento e a brisa do dia. Quando essa batalha terminou e saí à rua, senti-me estranha, demorei algum tempo a aprender a saborear aquilo que tanto queria. Aos poucos, e dia após dia sempre que algo não estava bem na minha vida, pensava, tu és tão felizzzzzzz, corre, brinca, saboreia a liberdade, não precisas de mais nada para seres feliz, bem-vinda à vida.

Este pequeno relato que sirva, para quando a insatisfação bater à vossa porta se agarrarem a detalhes maravilhosos, que vos são dados diariamente e gratuitamente.

Vivam o dia a dia, cinzento, azul, rosa, verde, na vossa mente tudo é possivel.

Sejam gratos por mais um dia de vida, não esperem parar para aprender, pois não há necessidade disso, basta mudarmos a nossa mente e iluminar a nossa alma com paz e muito amor.

Artigo escrito por Sandra Almendra terapeuta de PNL

Ler 355 vezes Modificado em quinta, 30 dezembro 2021 16:30